Empreendedorismo

Os 5 erros mais comuns dos empreendedores

Assista e saiba como não cometer esses erros

Existe uma máxima na cultura de startups que diz: “fail fast”- ou “falhe rápido”, em tradução literal. Quando os erros são cometidos nas primeiras etapas de desenvolvimento de um projeto, podem também ser consertados antes que virem uma bola de neve.

A máxima faz sentido, mas a realidade é que existem alguns falhas que não precisam acontecer para que tenhamos uma lição aprendida. E, saindo da cultura das startups e indo para o mundo do empreendedorismo, em geral, é possível identificar erros dentro do nosso projeto (ou personalidade) se nos basearmos em coisas que já vimos acontecer.

Portanto, um dos erros mais comuns dos empreendedores é não estudar seu mercado e os bons e maus exemplos dele antes de abrir as portas. Uma soft skill que todo mundo deveria ter antes de registrar um CNPJ é a busca constante pelo aprendizado e aprimoramento – e, se você está lendo esse texto, essa habilidade já faz parte do seu currículo.

Erros comuns do empreendedorismo

Em março a Profissas promoveu em Curitiba, junto com o nosso professor do curso “Do MEI ao Máximo”, Thiago HC, um talk sobre empreender e fazer dinheiro. No evento foram abordados os cinco erros mais comuns que os empreendedores cometem quando estão na fase de tirar uma ideia da cabeça e colocá-la no papel.

A partir dessa conversa, extraímos uma boa e uma má notícia para você. A boa é que todos os erros que listamos podem ser eliminados antes de acontecer, bastando apenas que você tenha atenção aos detalhes e esteja disposto a mudar.

A má é que, se você identificar esses erros e não mudar rapidamente, é bem provável que sua empresa não esteja aqui nos próximos cinco anos para contar histórias de falhas e acertos que o caminho do empreendedorismo te trouxe.

Escolha um lado para estar e reveja o que precisa ser feito a partir de agora.

Erro #1: Amar tanto sua ideia a ponto de não compartilhá-la com ninguém

Muito empreendedor em início de carreira se apega a uma ideia como se fosse um filho, e isso nunca acaba bem.

Primeiro porque, sem compartilhar do que o projeto se trata, não há a menor possibilidade de comprovar, pela visão dos outros, se ela faz algum sentido. Imagine lapidar por meses, ou anos, um projeto inteirinho na sua cabeça, em segredo, para descobrir, no lançamento, que ninguém liga para isso?

Ou que até liga, mas a proposta está cheia de falhas que você não percebeu – e que podem inviabilizar sua ideia inteira?

Compartilhar uma ideia é a melhor forma de começar a trazê-la para o campo da realidade de forma astuta e saudável. E, se o problema é ter medo de que alguém “roube” sua ideia, fique com essa reflexão que ouvi, um dia, de um grande investidor em startups: ideias todo mundo pode ter, mas é só a força de vontade do empreendedor que pode levá-la para a frente. Então, o valor real do projeto não está na ideia, e sim em como ela será executada por quem a criou.

Erro #2:  Buscar a perfeição

Quem nunca passou tanto tempo buscando a escolha perfeita de filme na Netflix e acabou fechando o programa, tempos depois, sem escolher absolutamente nada?

Esse é um exemplo bobo que mostra um erro muito comum dos empreendedores: é melhor fazer alguma coisa, mesmo que não seja perfeita, do que não fazer nada. A perfeição, aliás, não existe, e esperar que ela caia do céu em cima do seu projeto só te fará perder tempo, dinheiro e energia para continuar seguindo seus sonhos.

Quando estiver por aí buscando a perfeição, pare, respire e faça o melhor que você tem nas condições que você pode. Pode não parecer perfeito aos seus olhos, mas com certeza é um incrível ponto de partida, e deve ser levado em consideração.

Erro #3: Querer ganhar dinheiro

Existe uma sutil diferença entre ganhar dinheiro e fazer dinheiro. Ganhar dinheiro pressupõe que você abrirá uma empresa, colocará um site no ar, sentará em uma cadeira na beira da praia e que, de repente, milhares de pessoas vão querer contribuir com seus sonhos te dando um troquinho aqui e outro ali.

Já fazer dinheiro é outra história: é correr atrás, prospectar, mostrar qualidade nas entregas, fidelizar clientes e desbravar mercados. Tudo isso só virá com muito trabalho e dedicação, mesmo que você esteja, realmente, à beira da praia.

É apenas um verbo, mas que faz toda a diferença no mindset empreendedor. Quando você para de dizer que abriu o negócio para ganhar dinheiro e começa a contar para si mesmo que o objetivo é fazer dinheiro, acaba internalizando a vontade de fazer dinheiro.

Isso, claro, atrai muito dinheiro.

Erro #4: Não saber formar um time

Erro comum do empreendedorismo: se empolgar no potencial da ideia e chamar os amigos e familiares para fazer parte dela.

Se o ditado fala “diga-me com quem andas e eu te direi quem és”, no mundo dos negócios ele muda para “diga-me com quem andas e eu te direi se sua empresa dará certo”. Você pode até começar um empreendimento sozinho, como MEI, mas se quer montar uma equipe para ir ao máximo, ela não pode ser formada por cabides de emprego.

Monte um bom time, com pessoas especializadas e apaixonadas pela ideia que você teve – ou, no mínimo, em fazer ideias virarem realidade. Só cercado de pessoas que querem e podem assumir cargos na sua empresa é que o sucesso pode se aproximar da sua porta.

Erro #5:  Não se conhecer

Existem vários casos (de sucesso e de fracasso) de pessoas que, no desespero por uma fonte de renda, começaram um novo negócio. A linha é tênue entre a necessidade e o propósito, mas ela precisa ser delineada, principalmente porque é o propósito quem diz melhor sobre o prazo de validade de ideias e empresas.

Voltando lá no primeiro erro que listamos, muita gente acredita que o principal ativo de qualquer projeto é sua ideia, mas isso não é verdade: ideias vem e vão, empresas abrem e fecham, mas o empreendedor fica. E é por isso que você precisa conhecer muito bem seus anseios, medos e descobrir seu propósito.

Só através do autoconhecimento será possível lidar com a vida do empreendedorismo, que não é nada fácil. A instabilidade e o trabalho árduo assustam muito, principalmente quando não sabemos se é aquilo ali que queremos para a vida. Mas, se houver a certeza de que estamos no caminho certo, tudo parece mais fácil.

E aí, já se sente preparado a encarar os desafios e partir para a conquista dos seus sonhos e lugar ao sol? Se precisar da gente, conte com a Profissas para desenvolver as habilidades necessárias para empreender com sucesso.

Os 5 erros mais comuns dos empreendedores
Comentários (1)
  1. Itamar disse:

    Ola boa noite, adorei encontrar vocês dei uma volta pela o site e as idéias são ideais.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *