Carreira

O que é ser Profissa, afinal?

O que faz alguém ser extremamente bom no que ele faz? Porque algumas pessoas trabalham com os olhos brilhando e outras não? Porque tem pessoas que, independente do que estão fazendo, estão fazendo bem? Foram essas perguntas que nos motivaram a abrir a Profissas e entrar nessa jornada incrível que estuda novas habilidades, excelência e felicidade.

Se queremos entender o que é ser Profissa em si, precisamos falar sobre o que é ser Profissional antes, que é a palavra que originou a palavra tema desse texto. Sabemos que profissionalismo é exigido em todas as nossas relações de trabalho, mas poucos de nós entendemos o que realmente isso significa.

E pra isso eu fui procurar como essa palavra surgiu, ou a etimologia dela. E a definição é mais ou menos:

do latim professione – aquele que desempenha o seu trabalho de modo sério, rigoroso, competente.

Sério. Rigoroso. Competente.

Teria como isso fazer mais sentido? Eu consigo reconhecer o padrão de profissional que o mercado tem esperado nos últimos anos. Sério, rigoroso e competente. Deve ser por isso que estamos criando tantos robôs! Quando entendi isso, fez mais sentido o porquê de tanta gente não gostar de trabalhar. Porque é chato!

Chato porque – como vamos relacionar trabalho com felicidade – se a palavra que nos define está somente relacionada a rigidez e seriedade? Isso explica porque tão poucos de nós relacionamos a palavra trabalho a alegria, leveza, algo positivo ou com propósito. Infelizmente, pra grande maioria trabalho é sofrimento, é estar preso, é obrigação.

E essa, pra nós, essa é a grande diferença de quem é Profissa.

Quem é Profissa está sim fazendo algo com seriedade e comprometimento, mas de forma leve, feliz e com vontade. Quando vemos alguém fazendo algo com alegria e excelência, sabemos que tem algo especial ali, talvez não no que é feito, mas em como está sendo feito. Ele não carrega aquele peso do trabalho que o mundo aprendeu a carregar…. e por isso está 10 passos a frente.

Hoje nossa missão é entender e decupar o que alguém Profissa sabe e faz a mais do que quem é somente Profissional. E o que a gente tem aprendido é que, além do fato de que quem é Profissa escolher fazer o que está fazendo – ou seja, ele se conhece ao ponto de saber o que quer pra vida dele – alguns chamam isso de propósito ou missão de vida – essas pessoas dominam o que chamamos de HABILIDADES HUMANAS.

E farei um outro vídeo só pra falar sobre isso, mas basicamente habilidades humanas são aquelas intrínsecas a você, relacionadas a seus comportamentos e mindset e que, pelo menos ainda, não podem ser terceirizados por um robô.

Por exemplo:

  • Alguém que era um ótimo marceneiro pode sim ter excelentes capacidades de corte, montagem, colagem e tratamento de materiais de madeira – mas essas são capacidades que tecnologias como a impressora 3D já estão fazendo – então a real capacidade de um bom marceneiro deve ser entender e visualizar a função do produto imaginado na cabeça dele, para trazê-lo à realidade. Capacidades de criatividade e empreendedorismo.
  • Quem trabalhou com o que chamávamos de webdesign ou criação de sites já foi muito bom em dominar ferramentas como Photoshop, Dreamweaver, HTML, PHP, Flash e vários outros programas – mas não é mais o domínio de determinadas ferramentas que faz alguém construir um bom site, mas sim o entendimento das necessidades do usuário, montagem de uma arquitetura clara e o design de uma boa experiência. Capacidades de empatia, pensamento complexo e inovação.

Ou seja, as ferramentas em si, o meio ou a técnica serão substituídas por diferentes aparatos tecnológicos. O que sobra é nossa capacidade de comunicação, de nos relacionar empaticamente, de liderar, de criar, de superar nossos medos, lidar com nossas emoções, mediar conflitos, empreender, inovar e se reinventar.

Por isso nosso papel é encontrar, mediar e compartilhar os conhecimentos e habilidades necessários para que você – e a gente também – seja o melhor possível no que faz. Nós chamamos carinhosamente de Profissas todos aqueles que, assim como nós, estão em busca de expressar seus talentos e competência em seu máximo, buscando mudanças reais em seu contexto de vida e sabendo do que será importante no futuro. Ser profissional enquanto se é humano, sabendo que trabalho é meio, não fim.

Em resumo:

SER PROFISSA É SER PROFISSIONAL

COMPROMETIDO – Alguém comprometido com a palavra, com o propósito, com o trabalho, com o crescimento.

ATUALIZADO – Que sabe que vive em um mundo em constante mudança e está atento a direção que essas mudanças estão tomando.

QUE ENTREGA O MELHOR – Se desenvolve ao máximo para entregar o que há de melhor.

SER PROFISSA É SER HUMANO

SERES INTEGRAIS – Somos muito mais do que o uniforme que vestimos ou o cargo que ocupamos. Ser humano é conseguir se expressar, sem medo, de forma verdadeira. Levando em consideração todos os aspectos da vida.

ETERNO APRENDIZ – Somos seres em constante mudança – e está tudo bem mudar de prioridades, vontades, carreira e até de país. Novas habilidades e conhecimentos fazem parte do seu dia a dia.

VIDA COM PROPÓSITO – Escolhemos fazer o que nosso coração pede mais, abraçando as causas que fazem sentido para nós.

Em suma, ser Profissa não está relacionado ao que você faz, mas a como você faz. Como você se comporta? Como você vê o mundo ao seu redor? Qual é seu mindset em relação a trabalho e sua vida.

Não temos dúvida que ser Profissa é uma forma de tradução do novo profissionalismo.

Criatividade, liderança, negociação, pensamento crítico, produtividade, empreendedorismo, saber falar, saber escrever, saber ouvir, ter coragem, se empoderar! São essas e outras várias soft skills é que te formam como um Profissa.

Se você tem a ensinar, compartilhar, ouvir, escrever, aprender, ajudar e ser ajudado – sobre ser Profissa – sinta-se em casa e faça parte desse movimento, se inscreve aqui e… tamo junto!

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

×
Ei! Se precisar de algo, estamos aqui pra te ajudar! :)