Carreira

Não tenho propósito de vida. E agora?

Vida com propósito. Vida com propósito. Vida com propósito.

Ok. Eu entendi. Inclusive, essa frase não para de se repetir na minha cabeça. E não somente na minha cabeça. Em cada palestra que eu vou e cada vídeo que eu vejo sobre
carreira ou vida falam sobre isso também.

Já te digo de cara: o “propósito” deste texto não será esse. Não é sobre isso
que iremos falar. Afinal, eu mal sei decidir ainda qual camiseta eu vou colocar de manhã e o que eu vou almoçar no domingo, quem me dera saber de prontidão qual é o meu propósito.

Sim, saber sobre o que você quer que dê sentido na sua vida é importante. Mas não
confunda isso com meta de vida. Colocar isso como meta de vida é ter uma autocobrança muito forte que irá lutar contra você. Irá fazer você buscar muito o final da jornada, quando na verdade as respostas estão na caminhada. Clichê essa frase, não?  Mas você vai ver que faz todo o sentido.

Ao longo de alguns anos trabalhando na Minha Ponte com temas como carreira, propósito, sentido de vida e o que cada pessoa quer fazer ao longo das 24 horas e 365 dias que todos nós temos disponíveis no ano, acabamos percebendo uma inversão de valores.

Disseram para todo mundo que é importante ter desejos, metas, objetivos e algo lá na
frente que você foque toda sua energia e recursos para alcançar. Essa frase parece 100% correta, não é mesmo? E de certa forma, é sim. Mas o que vimos em muita gente é que esse “ter que buscar algo maior” provocou uma autocobrança forte o suficiente para deixar as pessoas infelizes.

Infelizes por não saberem muito bem o que querem da vida. Infelizes porque a sensação de estarem perdidos no mundo vem a tona. Infelizes porque não conseguem saber qual curso da universidade irão fazer, quais são os estágios e trabalhos que irão procurar e assim por diante. Por fim, a tal busca por propósito está trazendo incerteza, insegurança e infelicidade ao invés de trazer a tão procurada felicidade e bem estar.
Portanto, vamos combinar o seguinte: quando você estiver nesta questão de busca por
propósito e objetivos de vida, mude o foco da sua atenção. Muitas vezes, não conseguimos construir planos de longo prazo. E isso é extremamente natural! Os tempos mudaram, a velocidade com que as coisas acontecem mudou. Hoje, percebemos que fazer planos de longuíssimos prazos não faz tanto sentido quanto fazia na geração passada.

Ao invés disso, por que não focamos em fazer aquilo que mais faz sentido e o que mais nos completa HOJE? Porque não buscamos dentro destas atividades oferecer a melhor versão de nós mesmos e dar o nosso 110% para que elas se cumpram da melhor forma possível?

Isso nos parece fazer mais sentido porque desconstruímos a pressão do amanhã para viver plenamente a nossa presença no hoje.

Grande parte da infelicidade das pessoas está na projeção do cenário ideal. “Tenho que ter propósito”, “tenho que ter metas”, “tenho que buscar o emprego que faça total sentido com o que eu quero” e assim por diante. As vezes, planejar o futuro dá até preguiça porque é tanta incerteza.

Só que nessa projeção, esquecemos de viver e dar o nosso máximo no dia de hoje. Nesse exato minuto. Nesse exato segundo. A felicidade acaba estando sempre no momento em que alcançamos aquilo que na verdade nem sabemos direito o que é.

O amanhã é incerto. A única coisa que temos de verdade é o agora. Então por que não nos doamos por completo a ele? Te digo o seguinte… Foi adotando esta estratégia de plena presença e doação ao agora que muitas pessoas encontraram seus propósitos.

Não encontraram parados pensando sem parar e rascunhando em uma folha de papel. Foi botando a mão na massa, foi fazendo acontecer. Foi no estilo “já que eu tenho somente esses limões na mão, vamos fazer limonada. Mas não qualquer limonada… vamos fazer a limonada MAIS INCRÍVEL que poderia existir com os recursos que eu tenho“.

A busca pelo propósito irá te pausar na medida que você parar no tempo demais para ficar se preocupando com isso. Se mova! Faça o que tiver ao seu alcance e sempre dando o seu melhor. Você vai ver que esse discurso vai passar muito mais do que uma frase motivacional na sua vida… Quem sabe neste caminho você irá encontrar aquilo que sempre buscou, e que só encontraria se tivesse se mexido e feito o que você fez.

Já dizia Steve Jobs: “Você vai conseguir ligar os pontos não quando você olhar para frente, mas sim quando você olha para trás”. Faça e as respostas virão com o tempo. 😉

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *