Saúde Mental

Dicas de saúde mental para a sua empresa

Muito se fala sobre saúde mental no trabalho!

E por que será que o tema ganhou tanta evidência nos últimos anos?

Porque, em um mercado cada vez mais competitivo, o acúmulo de pressões no trabalho aumenta.

Para isso, ter estabilidade na profissão e na carreira significa (infelizmente) elevar o estresse, a ansiedade e outros tipos de sofrimentos mentais.

Sendo assim, a saúde mental torna-se indispensável no ambiente de trabalho, já que precisamos gerir nossas emoções para seguir nossa rotina com bem-estar e qualidade de vida.

Mas o grande debate é: quais são as ações concretas para ter saúde mental no trabalho? Como aplicá-las no ambiente corporativo?

Continue com a gente e no final do texto você saberá como investir em saúde mental na sua empresa!

E aí, vamos, lá?

O que é saúde mental?

Podemos dizer que ter saúde mental é conseguir lidar com as exigências da vida de forma mais leve e com sabedoria

Pessoas com a mente saudável possuem a capacidade de gerir melhor com suas emoções, conflitos, desejos, objetivos e dificuldades.

Entretanto, vale lembrar que ter saúde mental não significa saber lidar com tudo!

É também entender quando precisa de ajuda para enfrentar determinadas situações. 

Para resumir: saúde mental é capacidade do indivíduo construir um dia-a-dia pautado na busca pelo bem-estar, pela harmonia e desenvolvimento pessoal (com a ajuda do famoso autoconhecimento).

Saúde mental e sua relação com o trabalho

Você sabia que passamos cerca de ¼ do nosso tempo em um ano trabalhando? Muito tempo, né?

Sabendo dessa informação, é primordial  ter um ambiente de trabalho que se preocupa e ajuda a equipe a desenvolver saúde mental, não é mesmo?

Afinal de contas, se passamos tanto tempo da nossa vida em um lugar, é preciso que esse ambiente seja saudável.

Assim, é necessário que as lideranças avaliem a qualidade do clima organizacional, se as pessoas estão estressadas, e como está a organização e divisão das atividades no time. 

Uma opção é desenvolver  uma pesquisa sobre como as pessoas colaboradoras se sente.

A partir dos resultados da análise, fazer as mudanças necessárias.

É importante lembrar que essa pesquisa não é atoa, mas sim um investimento imprescindível. 

Pois, se o time se sente feliz, valorizado e com a saúde mental em dia, ele trará melhores resultados para a empresa.

Por isso, abaixo, vamos listar alguns pontos que definem o que é ter saúde mental para que você possa pensar se seu ambiente de trabalho promove tais áreas:

  • Estar bem consigo mesmo e com as outras pessoas;
  • Desenvolver o autoconhecimento;
  • Saber reconhecer as exigências da vida como algo que pode ser vivido;
  • Saber lidar com as boas emoções e também com aquelas desagradáveis;
  • Reconhecer seus limites;
  • Saber buscar ajuda, quando necessário;.

Desenvolvendo um programa de saúde mental na sua companhia

Se você chegou até aqui, já reconhece a importância de ter uma empresa que cuida e preza pela saúde mental das pessoas e o quanto isso impacta no dia a dia e nos resultados.

Mas, na prática, como podemos desenvolver isso nas empresas e seus diversos contextos? 

Abaixo, trouxemos algumas dicas práticas para te auxiliar nessa jornada pela saúde mental, seja você parte da equipe ou liderança. 

Veja:

Organização e gestão do trabalho 

O primeiro passo é se perguntar se a divisão de tarefas e os prazos estão bem ajustados.

O que acontece em algumas empresas é que a divisão de tarefas e os prazos não são bem definidos.

O que acaba por gerar excesso de trabalho e, mais tarde, um quadro de ansiedade provocado pelo estresse diante das demandas e a angústia de não conseguir realizar as tarefas.

Um exemplo: criar uma agenda determinando o que será feito no mês ou na semana e quem será o responsável.

Assim, dessa forma, ninguém ficará sobrecarregado e todos farão seu trabalho de forma plena e com qualidade.

Lembrando que é sempre importante alinhar as ações com o time.

O diálogo favorece os acordos sobre as reais necessidades da empresa e da pessoa colaboradora.

Terapia como benefício na empresa

Ainda é um pouco comum empresas oferecerem terapia como benefício.

Mas, como vimos acima, é fundamental apresentar ao time alternativas que possibilitem uma boa saúde mental. 

E a terapia  é uma das principais formas de aplicar a saúde mental na empresa, já que possibilita que a equipe trabalhe suas questões emocionais e pessoais com uma pessoa especialista e qualificada. 

Como consequência, a pessoa amplia seu autoconhecimento, aprende ferramentas e ações para lidar com seus desafios e conflitos.

Isso reflete diretamente na sua forma de realizar e exercer seu trabalho, assim como na sua postura dentro da empresa.

Criar e incentivar atividades de interação 

Atividades de integração na equipe são uma ótima alternativa para melhorar a saúde mental.

Por exemplo, criar momentos na semana com uma roda de conversa, lanches, dinâmicas, exercícios físicos e happy hours. 

A interação entre as pessoas do time ajuda a quebrar o gelo, aproxima os indivíduos e melhora a comunicação entre eles.

Tudo isso vai refletir em benefícios à empresa e no desenvolvimento das suas atividades.

Ter um canal ativo de feedback

Criar o hábito de dar e receber feedback dentro da empresa é muito importante, já que é a melhor forma de garantir que a equipe possa ouvir e dizer o que precisa.

Esse momento é imprescindível pois: 

  • Dá voz a todas pessoas na empresa;
  • Lideranças entendem o nível de satisfação e bem-estar dos funcionários;
  • Incentiva o que já está sendo bem feito;
  • Identifica e corrige o que pode ser melhorado.

Sendo assim, todos os setores da empresa vão poder colaborar com a melhora do desempenho, da comunicação e do bem-estar dentro da empresa.

A importância do apoio psicológico na sua companhia

Garantir a saúde mental dentro da empresa é essencial, já que grande parte do nosso tempo é dedicado ao ofício. 

Segundo dados da OMS, os transtornos mentais e comportamentais estão entre as principais causas de perdas de dias de trabalho no mundo.

Os casos leves causam em média perda de quatro dias de trabalho/ano e os graves cerca de 200 dias de trabalho/ano.

Importante destacar que investir em saúde mental é trazer retornos consideráveis. 

Segundo a OMS, por exemplo, para cada US$ 1 investido em ações que promovem melhorias na saúde e bem-estar mental dos colaboradores, US$ 4 são percebidos em ganhos com o aumento da produtividade.

Muitas iniciativas podem ajudar indivíduos com transtornos mentais.

A flexibilidade da jornada de trabalho, o redesenho dos fluxos, o enfrentamento de dinâmicas negativas do ambiente e a comunicação são alguns exemplos que podem ajudar pessoas a terem uma rotina de trabalho mais equilibridada e feliz!

Se você enxerga a saúde mental como um aspecto essencial para a sua empresa, não deixe para depois!

Aqui na Profissas, por exemplo, ajudamos as empresas criarem programas de educação corporativa customizados, eventos, formações online e outros conteúdos educativos, para impulsionar talentos e provocar a transformação do mundo corporativo.

Tudo isso torna o ambiente com oportunidades e acolhimento para todas as pessoas, melhorando também a saúde mental delas.

E aí, gostou do nosso conteúdo de hoje?

Para saber mais, não deixe de nos acompanhar por aqui, no Blog da Profissas,  e também pelo LinkedInInstagram,Spotify e pela comunidade Juntes pela Diversidade.

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *