Timidez

Como se expressar melhor no trabalho (mesmo sendo tímido)

Já falamos algumas vezes por aqui, mas não custa nada falar de novo e sempre: ser tímido não é um defeito! É uma característica, e ponto.

A timidez pode até atrapalhar, se for algo muito pronunciado e se tornar um impeditivo para interações sociais e profissionais das quais uma pessoa quer ter mais controle, mas não é, necessariamente, um problema.

A Profissas tem um vasto guia de conteúdos sobre o tema que você pode consultar se a timidez for uma coisa que te trava a ponto de você não conseguir se expressar e, no fim do dia, sentir que está se dando mal por isso:

 – Um curso sobre como vencer a timidez;

 – Um guia sobre como falar e ser ouvido no ambiente de trabalho – que não é só para tímidos, mas ajuda bastante;

 – Algumas reflexões sobre a timidez e suas consequências;

 – Um texto sobre as celebridades tímidas.

Mas sabemos que, para os tímidos, não há limites de artigos a ler para criar pequenas coragens diárias e seguir em frente rumo a seus sonhos, principalmente se eles envolverem, necessariamente, algum tipo de interação social.

É por isso que fizemos mais um artigo sobre timidez: para que você não se sinta limitado por essa característica, e sim inspirado a tirar o melhor que ela tem a te oferecer.

Quero falar uma coisa

Como #somosprofissas, sabemos que é no ambiente do trabalho que o bicho mais pega. Afinal, na vida social, é relativamente fácil não se envolver em situações que te tirem da sua zona de conforto. Na vida acadêmica, nem sempre isso é possível – mas alguma negociação, para não ser a pessoa que apresenta o trabalho na frente da sala toda, por exemplo, sempre é algo possível.

Contudo, no trabalho, é só você e você. Se o chefe pede para que você apresente algo para um cliente e você trava, pode colocar sua carreira em jogo.

Nesse caso bem específico, saber como lidar com a timidez é essencial, pois não é justo que uma única característica possa ditar os rumos do seu desenvolvimento profissional.

Por isso separamos algumas dicas para você saber como se expressar melhor no ambiente de trabalho, mesmo sendo tímido, e conseguir passar pelas saias-justas sem deixar transparecer (ou quase isso) que, por dentro, você está suando em bicas de nervosismo e timidez.

Vencendo a timidez na entrevista de trabalho

Essa é a primeira prova de fogo de um tímido dentro do ambiente de trabalho. Para evitar situações desconfortáveis, prepare-se para esse momento, com todas as informações que você precisa passar na ponta da língua.

Se forem todas verdadeiras e você realmente for a pessoa ideal para a vaga, elas virão com naturalidade, então fique também tranquilo. Se quiser fazer algo relaxante antes da entrevista, esteja à vontade. Lembre-se que essa é apenas uma entrevista.

E, principalmente, seja você. Não tente parecer extrovertido, amigão da galera, se essa pessoa não é você. Quando você for contratado, precisará conviver todos os dias com as pessoas que te entrevistaram e, por isso, ser verdadeiro na primeira impressão é essencial.

Vencendo a timidez no emprego novo

O primeiro dia em uma nova empresa só não deixa o tímido mais tímido do que no primeiro dia de aula em uma escola nova: além da situação toda, ainda têm hormônios e problemas de aceitação nessa época que nos deixam muito sensíveis a novas amizades.

A dica, aqui, é muito simples: não tente forçar as situações contra você. Se tentar fazer amigos sendo engraçado nunca foi sua praia, não é preciso testar isso agora. Se você estiver rodeado de pessoas legais – e extrovertidas –, elas te chamarão para almoçar ou puxarão conversa.

Se isso acontecer, aceite. Uma hora você vai ter que começar a interagir com as pessoas, e não há nada como puxar o band-aid de uma vez.

Vencendo a timidez na reunião

Se você é daquelas pessoas que travam muito na hora de participar de uma reunião, tanto por ter que falar em público quanto por achar que não tem boas ideias, a regra é clara: a melhor forma de vencer a timidez é esquematizando o que vai falar.

Jamais baixando a cabeça.

O negócio é o seguinte: em uma reunião, assim como na vida, é natural que os extrovertidos tomem a cena e saiam falando pelos cotovelos, enquanto os tímidos ficam na deles, esperando a vez. Se o tema te interessa, é da sua área e você tem boas ideias para ele, não fique só esperando sua vez.

Manifeste a vontade de falar, nem que seja levantando o braço, e leia tudo o que você tem anotado sobre o que quer dizer.

Não se preocupe com o que as pessoas pensarão de você, mesmo porque os extrovertidos raramente estarão preocupados com isso – por que você estaria?

Se você não tomar uma postura profissional acima da sua timidez, corre o risco de passar em branco (e entediado) pela maioria das reuniões. Não seja essa pessoa.

Vencendo a timidez na festa de confraternização

O fim do ano chega, a festa de fim de ano promete ser animada. No meio do ano tem o aniversário da empresa, e depois do carnaval o pessoal estende a folia para o aniversário de um colega.

É muita confraternização para pouca vontade de confraternizar.

Nesse caso, o tímido tem duas opções: ou ele não vai a nenhuma delas, correndo o risco de perder bons momentos se mantendo na zona de conforto, ou dá uma chance para a galera do escritório conhecer outra faceta sua, dessa vez em um ambiente mais informal.

Sempre vamos preferir a segunda, pois é com pequenos atos de coragem que as lagartas vão virando borboletas. Geralmente são em festas como essas que as pessoas se soltam mais e demonstram mais carinho e amizade umas pelas outras, e pode acreditar quando dizemos que isso é muito importante para que você se sinta bem enquanto desempenha suas tarefas.

Só não utilize a bebida em excesso para perder o medo de conversar em público, pois o feitiço pode acabar se virando contra o feiticeiro e você acabar fazendo coisas que não tem nada a ver com você, e das quais se envergonhará depois. Pense sempre assim: saia do trivial, se divirta e tenha sempre o controle da situação. Essa trinca, para o tímido, costuma dar certo.

Vencendo a timidez no pedido de demissão

Outra parte da vida de trabalho que enrosca qualquer um, principalmente os tímidos, é a hora de pedir o desligamento da empresa, principalmente se é para um chefe do qual gostamos muito.

Mas, nesse caso, não há muito segredo: é preciso se expressar com verdade. Dizer que busca outros desafios e oportunidades é uma boa forma de começar essa conversa. Algumas vezes podem haver pedidos de negociação salarial para que você se mantenha por lá, e fica a seu critério aceitar ou não.

Se for muito difícil fazer o olho no olho nesse momento, não sofra: faça o primeiro contato pedindo o desligamento por e-mail e veja o que acontece a partir daí.

Pode ter certeza que, se for um pedido respeitoso, você não fechará portas. E, se é para deixar as portas abertas, faça do jeito que te deixa mais confortável. Afinal, o pessoal já sabe que você é tímido e não vai achar que seu pedido de demissão foi uma desfeita qualquer.

E você, já venceu a timidez se expressando de outras formas no ambiente de trabalho? Conta pra gente nos comentários!

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

×
Ei! Se precisar de algo, estamos aqui pra te ajudar! :)