Carreira

As habilidades do futuro são habilidades humanas

Será que o que você está aprendendo hoje realmente vai ser útil para você, daqui a pouco? Você já se perguntou se o mundo ou o mercado vão precisar de você nos próximos anos? Se sim, como?

Esse tipo de pensamento pode chegar a dar calafrios, mas é necessário olharmos pra isso. Então. Bora entender o que é essa tal de habilidade do futuro e porque é importante?

Basicamente, nós sempre estamos estudando coisas que façam a gente se contextualizar sobre o meio em que vivemos e sobre como agimos nesse meio. Ou seja, sempre estudamos no futuro. O que você vê, do jardim de infância até a faculdade é a contextualização do meio em você vive e ensino de habilidades que você vai precisar para atuar nesse meio. Faz sentido, não faz?

Faria, se o nosso modelo de ensino não fosse basicamente o mesmo de 100 anos atrás.

“De novo esse papo que o mundo está mudando, Lucas?”

Sim. E vou te explicar o porquê precisamos nos realmente atentar a isso.

Do ano 2000 a 2015 tivemos mais mudanças no mundo do que nos 100 anos anteriores, especialmente relacionadas a tecnologia – e quando eu falo de tecnologia eu também estou falando de saúde, transporte, comunicação e tudo que de alguma forma, foi transformado através da tecnologia.

Mas a parte realmente interessante nem é essa. A questão é que algumas pesquisas apontam que do ano 2016 até 2022 nós teremos mais mudanças tecnológicas do que o século anterior, e que de 2022 a 2025, o mesmo se repete. Ou seja,  em 3 anos o mundo já vai ter mudado completamente de novo. Quando você sair da faculdade, basicamente o que você aprendeu no primeiro ano já vai ter se transformado em algo muito diferente. Chocante, não é?

A essa altura, eu imagino que a pergunta “por que estar atento as habilidades do futuro é tão importante?” já estái respondida, certo? Simplesmente porque tudo está mudando tão rápido que, se continuarmos nos educando baseado no passado, ou mesmo no presente, logo não teremos espaço no mercado.

Você consegue imaginar que datilografia já foi a habilidade mais quente do mercado? Para aqueles que não sabem, existiam cursos e certificações de digitadores – isso mesmo! Você fazia um curso para aprender a digitar bem e rápido. Há pouco mais de 10 anos eu tive um ensino médio super diferenciado, que me ensinou o que eu chamava de conhecimentos em informática – conteúdo este que hoje já não tem aplicação nenhuma. Hoje crianças de 10 anos lidam melhor com computadores e celulares do que eu podia sonhar em fazer aos 15.

Mas o que então, devemos aprender, para encontrar nosso lugar no mercado e no mundo?

O que sobrou pra gente após a revolução industrial e tecnológica em que vivemos?

Primeiro, nós olhamos para a grande maioria dos esforços físicos que fazíamos e os industrializamos, ou seja, colocamos eles em processos melhores e mais rápidos, cada vez mais assertivos, executados parcialmente ou exclusivamente por máquinas. Então, todos que tinham um trabalho braçal, tiveram suas profissões transformadas nessa época.

E nós achamos que o restaria para gente seria usar o intelectual e nossa racionalização das coisas. Até a invenção da calculadora. Ou seja, percebemos que em capacidade de leitura, compilação de dados e predictabilidade de eventos, os computadores também são muito melhores que nós. É só lembrar que os maiores campeões de xadrez do mundo já foram derrotados por computadores em uma partida.

Ferrou! Criamos máquinas melhores que nós em tudo.

Não ainda!

Se você pensa que as habilidades do futuro estão relacionadas a dominar muito bem a tecnologia, você errou. As habilidades do futuro estão completamente relacionadas a você ser o mais humano possível e dominar todas as capacidades que você já possui aí dentro, mas não consegue expressar – e sim, elas são mais complexas do que parecem.

Num estudo suportado pelo Fórum Econômico Mundial, especialistas chegaram a conclusão que as habilidades mais importantes de serem trabalhadas até 2020 são:

A questão é que o domínio da tecnologia não será mais um plus, mas sim algo que todos deverão saber para performar em qualquer coisa. A tecnologia, por definição, é apenas a ferramenta pela qual otimizamos processos e buscamos melhoria – o input inicial é você quem deve saber qual dar. O grande diferencial será, cada vez mais, saber lidar com os desafios e mudanças que irão surgir de forma crítica, além da harmonia e condução desses processos com outros humanos.

Lembre-se que não é novidade termos medo de perder nossos empregos para a tecnologia, isso vem acontecendo cada vez mais e mais rápido ao longo dos últimos anos. A novidade é que agora nós temos certa capacidade de prever o que devemos aprender para que não precisemos passar por isso.

Saiba que o fato é que a sua carreira irá mudar completamente – e não temos como fugir disso –  e, por mais que você não saiba exatamente como ela vai ser, você pode aprender certas habilidades que serão úteis em qualquer lugar, que são as suas habilidades humanas, intrínsecas a nós, as quais nós citamos alguma agora há pouco.

Então, bora melhorar suas habilidades humanas e dar um upgrade na sua forma de pensar?

Porque se você não fizer isso, alguém vai fazer por você.

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

×
Ei! Se precisar de algo, estamos aqui pra te ajudar! :)