Carreira

Começo e Recomeço: A importância de trabalhar os sentimentos diante dos obstáculos da vida

por Gabriel Gatto – Especialista em Carreiras e Desenvolvimento Pessoal

Você já parou pra pensar a diferença que duas letras no começo de uma palavra podem fazer? Muita gente acha que começar e recomeçar é a mesma coisa, ou tem o mesmo sentido, e isso até pode ser em partes, mas se analisarmos a fundo, não é bem assim.

Quando a gente começa alguma coisa, seja ela em qualquer área da nossa vida, a sensação que sentimos é totalmente positiva. Por exemplo, quando você vai começar em uma empresa nova, o emprego dos seus sonhos, talvez até o seu primeiro emprego, a sensação não é maravilhosa? Quando a gente pensa em como será nosso primeiro dia, a adrenalina corre em nossas veias, passamos a noite em claro imaginando como serão nossos colegas de trabalho,
nosso (a) chefe, nossa mesa, e até se iremos desempenhar bem as funções que nos serão propostas.

Vamos até nosso armário e escolhemos nossa melhor roupa , cortamos o cabelo, nos preparamos em todos os sentidos. E na hora de contar para nossos familiares e amigos que conseguimos o emprego? Muita gente até se emociona, pois é uma conquista à ser celebrada, é o começo de algo novo.

E não é só começar em um emprego novo que nos deixa assim. Já pararam pra pensar como é o começo de um relacionamento? Talvez seja a sensação mais linda e gostosa que exista. Saber que a gente está começando um compromisso com a pessoa que gostamos. Esse começo é sensacional, quando vocês passam a se olhar de maneira diferentes, descobrir os gostos, desbravar novos lugares e restaurantes, o nervosismo em conhecer a família e torcendo pra ser aprovado, a ansiedade pra que a primeira noite juntos seja perfeita e os planos que
começam a ser feitos pelos dois, vocês são um.

Fora isso também tem o começo de uma nova casa, um novo animalzinho de estimação, um novo bebê, um carro novo, um livro novo e até uma comida nova… Todo começo é sempre positivo. E aí a gente parte para o recomeço. Eu não disse que duas letras podem mudar todo significado de uma palavra? Então, reparem comigo! Os recomeços, quase sempre vem de uma situação triste, ruim ou inesperada.

Recomeçar, quer dizer começar de novo, e porque isso pode ser tão ruim? Imagine você se levantando da cama pra ir trabalhar. Você vai pro banheiro, coloca uma música, toma seu banho cantando, escova seus dentes e senta na mesa pra tomar seu café da manhã.

Se você é casado, provavelmente sua esposa e filhos estarão com você nesse momento e vocês vão conversar sobre os planos do dia. Você termina o café, vai pro seu carro ou transporte público, e chega todo animado pra mais um dia de trabalho. Antes que você ligue seu computador, seu chefe passa por você e te chama pra acompanha-lo até uma sala, aquela sala que você sabe que não é muito bacana. Então, com a boca seca, você o acompanha, senta de frente a ele, e ouve a seguinte frase: Devido a situação X, estamos desligando você.

Agora imagine uma outra situação: você tem um casamento ou namoro longo. Você mora com a pessoa, é a pessoa que você ama e, por mais que o relacionamento tenha altos e baixos (como todo relacionamento), você se vê passando o resto da sua vida ao lado da pessoa. Alguns podem até imaginar os dois velhinhos em frente a tv assistindo os filmes e seriados que os dois gostam. Um dia, você acorda e percebe que a pessoa está um pouco diferente com você e pergunta o que está acontecendo, e ouve a seguinte resposta:

“Eu amo você, lutei com todas as forças pelo nosso relacionamento, mas chegou a hora de pensar mais em mim, de me cuidar e viver os sonhos que tenho e que sei que você não pode acompanhar. Estou deixando a razão falar antes da emoção, por isso estou indo embora, vou pra casa da minha mãe e quando tiver um lugar certo e pronto pra morar, venho buscar minhas coisas.

O que vocês fariam nessas situações? Eu poderia citar mil exemplos de choques que a gente sofre na vida e precisa recomeçar, mas pensando nesses dois que são mais comuns, como recomeçar depois disso? Como buscar
um recomeço pra algo inesperado? Existe um certo pensador que diz que é na crise que nos tornamos fortes, que é nos momentos ruins que nos conhecemos e saímos melhores.

Ok, pode até ser verdade, mas o que fazer até essa crise passar?

O que fazer até realmente ficarmos fortes para que esse melhor chegue? A resposta é simples e começa com RE… Recomeçar.  E a gente só recomeça quando reconhece que precisamos passar por todas as fases desse recomeço.

Vai sofrer? Vai doer? Sim. Mas essa dor é necessária. E o lado bom da dor é que ela nunca dura pra sempre. Existe uma diferença entre a dor e a tristeza. A tristeza, pode durar pra sempre, mas a dor passa. Vou te dar um exemplo que aconteceu comigo.

Há alguns anos atrás, perdi a minha avó paterna. Minha avó era como se fosse minha mãe, a pessoa que me criou, cuidou de mim, a pessoa que me ouvia, a pessoa que mais acreditava em mim e no meu potencial que já conheci.  Sem contar que era a melhor cozinheira que existiu. Quando ela morreu, senti uma dor que não consigo descrever em palavras. Foi forte, avassalador e deixou um vazio sem tamanho em meu coração. Demorou algum tempo, mas essa dor passou.

Isso não quer dizer que eu não fique triste quando eu lembro da minha vó. Sim, eu fico muito triste, muitas vezes até choro, mas aquela dor não existe mais, pois aprendi o significado da morte dela. E uma coisa que todos vamos passar. Consegue perceber a diferença entre dor e tristeza? Eu sempre ficarei triste quando lembrar da minha vó e pensar
que seria muito bom se ela estivesse aqui. No entanto, aquela dor que me derrubou não existe mais.

E é essa a questão! Perceber que essa dor que você sente no início do recomeço vai passar, mas que precisa ser vivida. Então respeite esse momento. A segunda fase do recomeço é aquela em que você precisa olhar a situação fora dela, olhar por cima. Sabe quando a gente assiste um filme de suspense que a gente grita com a mocinha pra ela sair da casa porque o assassino está no cômodo ao lado? Ela não vai sair de lá, pois ela está inserida na situação, ela está na casa e não sabe que se não sair de lá vai ser morta.

Mas a gente, que está olhando de fora, sabe. E é exatamente isso que devemos fazer. Olhar a nossa situação como se estivéssemos fora dela. O que eu preciso fazer? Se eu sair da casa vai ser melhor do que eu ficar dentro dela com o assassino. Quando a gente olha a situação por cima, conseguimos encontrar alternativas que nos fazem perceber o que deve ser feito.

Dentro do furacão ou tempestade, não conseguimos pensar com a razão, não conseguimos raciocinar para encontrar qual seria a melhor alternativa para sair ilesos. É preciso calma, para que possamos escolher o melhor caminho a seguir.

Depois que você escolhe a melhor alternativa, é interessante que você coloque no papel quais razões te motivam a buscar o recomeço. Se for um pai de família que acabou de perder o emprego, por exemplo, deve saber que sua esposa e filhos são a maior motivação pra que você não desista. Eles dependem de você e com certeza, quando você olhar em seus olhos, vai encontrar ali a força que precisa para prosseguir.

Outro ponto muito importante, é estar cercado de pessoas que te ajudem a olhar a situação com os olhos da positividade. Existem muitas pessoas que estão ao nosso redor, mas poucas realmente estão ao nosso lado. Converse, desabafe e ouça pessoas que vão te fazer olhar pra frente, e que você sabe que quando cair, irão te ajudar a levantar.

Respeite o seu tempo! Se você terminou um relacionamento, fuja de aplicativos e dessa carência que a gente fica quando tudo acaba e queremos preencher com outra pessoa. Quando procuramos alguém e estamos deprimidos, é a mesma coisa de ir ao mercado ou padaria com fome: qualquer comida serve.

Fazer terapia é um ótimo passo para o recomeço. Aliás, acho que todos deveriam fazer independentemente da situação em que se encontram.

Depois que a dor passar, quando você olhar a situação do lado de fora e encontrar alternativas e motivações pra seguir, é preciso estar aberto para aprender. Aprender coisas novas, aprender com as situações, se reinventar. Talvez você seja um gerente comercial, que sempre trabalhou com vendas e pessoas, mas já pensou em aprender uma nova skill?

Talvez se você fizer um curso voltado para o Marketing ou até mesmo algo voltado pra métodos ágeis, pode te abrir um novo horizonte de possibilidades. Se abra para novos caminhos e aprendizados, não se limite apenas no que você sabe fazer, pois garanto que tem muita coisa que você ainda não faz, mas que vai ser um sucesso quando começar a fazer.

E, por fim, fique atento às oportunidades e se esforce ao máximo para agarra-las quando elas aparecerem. Há ditado que diz “o sol é pra todos, mas a sombra é pra poucos é verdade”. Não queria ficar somente na sombra. Vá em direção ao sol, caminhe sempre pensando que você é merecedor do melhor, e que você já conseguiu alcançar o que deseja, que você já está pronto e vai conseguir recomeçar.

Eu sei que no atual momento que estamos passando é muito mais difícil ser positivo e tentar enxergar um recomeço. Estamos em meio à uma pandemia que não tem previsão de um fim. Milhares de pessoas morrendo e o índice de desemprego se tornando cada vez maior. Mas saiba que nada é para sempre, nem essa pandemia. Isso vai acabar. E quando a gente consegue fazer com que o recomeço se torne um novo começo é a coisa mais incrível pra se viver. É
contagiante, motivador, e nos dá folego de vida.

E eu sei que sua hora vai chegar. E, quando essa hora chegar, vai ser lindo! Todos a sua volta vão se perguntar: Nossa, mas ele estava triste, acabado , vivia olhando pra baixo. O que aconteceu? E a resposta será mais linda ainda: Ele recomeçou, esse é o seu novo começo! Já dizia o poeta: “E quando estiver bem cansado, ainda exista amor pra recomeçar, pra recomeçar”. Recomece… Agora.

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *