Marketing

A importância do marketing pessoal para quem é autônomo

Será que o marketing pessoal para autônomos é importante e necessário para os dias de hoje? A resposta com certeza é sim!

Neste texto, você entenderá o que é o marketing pessoal e por que você, trabalhador autônomo, precisa investir agora mesmo nessa estratégia para conseguir uma série de benefícios. Ficou curioso? Então, continue a leitura.

O que é o marketing pessoal?

O marketing pessoal nada mais é do que as ferramentas e estratégias utilizadas para promover a si mesmo ou os serviços que você presta para a sociedade. É como se você fosse a sua própria empresa, por isso, precisa se promover para atrair mais clientes e oportunidades para a sua área profissional.

Para conseguir uma boa estratégia de marketing pessoal, é preciso entender o seu próprio trabalho e qual imagem dele — e de você — quer passar para as outras pessoas, para que elas te reconheçam, se identifiquem com o que você faz e passem a te seguir ou oferecer oportunidades de trabalho e parcerias.

Uma das formas mais famosas e utilizadas para fazer marketing pessoal é o marketing de conteúdo, no qual você oferece aos seus seguidores um conteúdo interessante e que agregue valor e informação relevante para a sua área de atuação, eliminando a dor que eles procuram sanar.

É importante que o marketing pessoal não fique apenas no online; deve ser algo que você leve por toda a sua vida, seja para ir ao mercado, seja em uma importante reunião de negócios: em qualquer lugar, as oportunidades poderão aparecer — e você precisa estar pronto para elas.

Por que você precisa investir em marketing pessoal?

Existem vários motivos para que você invista na sua própria imagem e na que você quer passar para os outros. Provavelmente, ao ler este texto até aqui, você já deve ter identificado alguns deles. Entretanto, vamos listar alguns dos motivos mais importantes para que você invista nessa estratégia.

Desenvolvimento de autoconfiança

Ao começar a investir no marketing pessoal, o profissional começa a se conhecer melhor e enxergar de forma mais clara as suas capacidades e qualidades. Isso acaba gerando um sentimento mais frequente de autoconfiança, que acaba refletindo positivamente em seu trabalho e na vida como um todo.

Melhora na relação com os clientes

Ao ter as suas qualidades e os seus desejos profissionais bem definidos, a relação de freelancer e cliente passa a ser mais equilibrada, como dois gestores trocando serviços, e não uma relação em que um dos lados é o influenciador do projeto.

Ganho de maturidade

O marketing pessoal faz com que você tenha um senso maior de responsabilidade, o que consequentemente ocasiona uma personalidade mais madura e uma tomada de decisão mais bem planejada, já que você consegue ter uma visão melhor dos prós e contras das suas ações e de quais serão as mais benéficas para determinados momentos.

Capacidade de liderança

Com você sendo o seu próprio chefe, é quase obrigatório que você tenha uma capacidade — pelo menos mínima — de liderança para arcar com todas as responsabilidades e ações de uma empresa que se resume a apenas uma pessoa.

Aumento das ações de empatia

Mesmo que de forma indireta, cuidar da nossa própria imagem também pode ajudar outras pessoas. Pense: ao divulgar os seus conhecimentos, experiências e conteúdos de qualidade com os seus seguidores e demais pessoas, você os ajuda a resolver problemas ou até mesmo os incentiva a agir de forma positiva.

Ganho de autoridade

Já imaginou ser o primeiro nome que as pessoas têm na mente ao pensar na sua área de atuação? Ao trabalhar a sua autoridade, você será lembrado positivamente pelas pessoas por meio dos conteúdos que publica, ganhando relevância na internet e no seu meio local.

Como criar uma estratégia de marketing pessoal?

Não será da noite para o dia que você conseguirá se tornar um Top Voice do LinkedIn ou a principal referência na sua área profissional. É preciso montar e colocar em prática a sua estratégia com calma e sempre analisar os resultados obtidos para que você consiga entender em quais áreas deve melhorar.

Seja você mesmo

A principal dica para quem quer começar a investir em marketing pessoal é: seja você mesmo. É comum que algumas pessoas tentem criar um personagem totalmente caricato ou imitar outros profissionais que contam com uma maior autoridade no ramo.

Ao mesmo tempo, não pareça informal demais, principalmente se a sua área de atuação for mais conservadora, pois isso poderá passar uma imagem de amadorismo. O ideal é que você encontre um meio termo entre esses dois extremos e se sinta confortável com quem você está sendo profissionalmente.

Tenha iniciativa

É importante que um profissional autônomo tenha proatividade, pois com uma vida financeira totalmente instável, será preciso um bom jogo de cintura para captar novos clientes e investir em novas estratégias.

Não tenha medo de fazer um texto mais opinativo no LinkedIn, de lançar um canal no YouTube dando dicas sobre a sua profissão ou até mesmo de mandar uma proposta de um freela para aquela empresa dos seus sonhos.

O simples fato de estar dando o primeiro passo já pode ser o bastante para deixar a sua marca. Lembre-se de que “quem não é visto, não é lembrado”.

Conheça-se

Quem nunca teve um branco quando teve que responder à pergunta “quais são suas qualidades e seus defeitos?”, não é mesmo? Conhecer os seus pontos fortes e fracos é a fórmula perfeita para ter uma análise mais realista de você mesmo, e assim conseguir exaltar as suas qualidades e procurar resolver os seus defeitos.

Defina quem você quer ser

Complementando o tópico anterior, precisamos também entender o que queremos como profissionais no futuro: você deseja continuar atuando como autônomo daqui a 5 anos ou espera estar em um emprego fixo? Espera se tornar um nômade digital ou fundar a sua própria empresa?

Ao definir as suas metas de longo prazo, você conseguirá se planejar financeiramente e profissionalmente, para que os seus objetivos fiquem cada vez mais próximos e você não se sinta perdido durante a sua trilha.

Estude constantemente

Se você planeja se tornar autoridade na sua área de atuação, precisará estar sempre atualizado das novidades e dos assuntos básicos e específicos sobre ela. Assim, você sempre terá bagagem para produzir conteúdo e manter os seus seguidores sempre bem informados.

Tenha um cartão pessoal

Imagine a situação: você está em um importante evento da sua área de atuação e começa a conversar com um gestor de uma startup incrível e que gostou da sua personalidade. Você dá o seu e-mail, mas acaba nunca recebendo um contato, pois o gestor acabou esquecendo.

Ao criar um cartão de visitas bem bonito e marcante, com todos os seus dados pessoais e formas de contato, você aumentará as suas chances de receber um retorno das empresas e pessoas certas, além de mostrar muito profissionalismo.

Cuide da sua aparência

A primeira impressão sempre é a predominante. Invista em um visual que esteja de acordo com a sua área de atuação e transmita as qualidades e competências necessárias a um autônomo, como segurança e criatividade.

Existe ainda a chamada “assinatura de estilo”, que seria um elemento do seu estilo, como um corte de cabelo ou acessório, que acaba fazendo com que a sua imagem seja lembrada e reconhecida mais facilmente pelas pessoas.

O poder das redes sociais no marketing pessoal para autônomos

Já falamos em outro tópico sobre o uso das redes sociais para potencializar a sua autoridade na internet, mas agora falaremos especificamente da maior rede social para negócios do mundo: o LinkedIn.

Essa plataforma trabalha com algoritmos que têm a função de entregar os melhores profissionais com as competências procuradas, por isso, capriche bastante no preenchimento do seu perfil e trabalhe as palavras-chave referentes ao seu ramo de atuação para que você sempre apareça entre os primeiros resultados.

Outro recurso que poderá te ajudar bastante é o Pulse, a plataforma dentro do LinkedIn para a publicação de artigos — que, quando bem feitos, ganham bastante alcance e podem até mesmo ser divulgados pela própria empresa! Não é demais?

Reserve algumas horas da sua semana para escrever e divulgar textos sobre assuntos que ache interessante, além de comentar e opinar sobre textos de outros usuários, que poderão se tornar conexões dentro do mercado.

E por falar em contato, é preciso escolher a dedo quem você quer ter em suas conexões: prefira pessoas da sua área, que vão acrescentar algo para a sua vida profissional, ou até mesmo aqueles usuários que postam conteúdos interessantes e criativos.

Assim, conhecendo um pouco mais sobre o marketing pessoal para autônomos e sobre como ele pode ser decisivo para fazer sua carreira deslanchar, você poderá começar o ano com o pé direito e até mesmo com novas oportunidades e parcerias.

E para que você já tenha por onde começar, a Rock Content produziu um kit incrível e gratuito com guias e videoaulas para você se tornar referência no LinkedIn e no seu mercado. Confira agora e trabalhe melhor seu marketing pessoal!

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

×
Ei! Se precisar de algo, estamos aqui pra te ajudar! :)