Carreira

5 dicas para pedir um aumento (e ganhá-lo!)

Muita gente trabalha pra fazer carreira na empresa, pra fazer uma reserva financeira e realizar os sonhos ou para conseguir um fôlego econômico antes de partir para uma empreitada pessoal. Todas essas razões – e muitas outras – são válidas para que você acorde cedo, pegue trânsito, chegue ao trabalho e dê o melhor de si.

Além disso, tem aquela história de que, para conquistarmos a tão almejada independência financeira, um dos modos é guardar pelo menos 30% em um fundo no qual você não vai mexer tão cedo. Isso significa tentar viver com um padrão menor do que o que você ganha por mês para ter condição de estocar essa “gordurinha”.

Mas e quando o salário que você faz hoje não é o suficiente para pagar as contas e guardar um pouco para realizações futuras?

Nesse caso, você tem duas opções possíveis: uma é trocar de emprego, visando um outro trabalho que te remunere melhor. A outra é pedir aumento, alternativa válida para quem gosta de onde trabalha, aprende bastante, se diverte mas, infelizmente, não ganha tanto quanto gostaria.

Pedir aumento é feio?

Não são duas ou três pessoas que acham que pedir aumento é uma grande folga, ainda mais nesses tempos de crise, são várias. Contudo, empresas estruturadas – e, principalmente, que valorizam o colaborador – sabem que um boost no salário pode ser a chave para manter talentos dentro da equipe.

Afinal, isso faz parte do jogo do mercado: bons profissionais serão requisitados pelas empresas e terão que ser negociados dentro de suas atribuições. Em certa medida, podemos ser todos como jogadores de futebol (exceto, na maioria dos casos, pelos rendimentos milionários): quanto mais nos destacamos, mais nosso passo fica valorizado dentro da nossa área de atuação.

Por isso, se você está pensando duas vezes sobre se pede ou não aumento ao seu chefe, dê uma lida nas nossas dicas e, caso consiga se ver em mais de uma delas, isso pode ser sinal que o seu aumento está é demorando a sair.

Mas, quando consegui-lo, não se esqueça de poupá-lo para realizar sonhos ou conseguir empreender com calma. Se você não tiver metas claras para seu aumento de renda, esse dinheiro pode acabar indo pelo ralo. E o pior de tudo é que você não vai nem perceber…

Como pedir aumento em 5 passos

Assim como muitas outras coisas na vida, saber como pedir aumento sem parecer ser o ganancioso e cheio de si da empresa vai demandar alguma estratégia – mesmo porque, se fosse fácil, você já teria pedido e ganhado, certo?

Também não só chegar e pedir, né?

Por isso, antes de ficar cara a cara com seu chefe ou líder, desenhe uma conversa sobre aumento que vai parecer mais uma oferta, daquelas que seu superior não pode recusar… e você não vai precisar fazer nenhuma ameaça para que isso aconteça! 😉

Veja as cinco dicas de ouro para pedir aumento e ganhá-lo ainda hoje:

#1 Mereça o aumento

Sim, essa é óbvia, mas vale lembrar, porque muita gente recebe uma recusa ao pedir aumento, mesmo que não seja produtivo, e ainda não entende o porquê de não ter ganhado o bônus.

Você só vai merecer o aumento, ou até a atenção de seu chefe, se for proativo e participativo nos resultados da empresa. Se vive de reclamar, coçar e não fazer nada que gere resultados reais, sinto muito: você só vai continuar tendo esse salário do seu contracheque porque é ilegal diminuí-lo. Senão, correria esse risco.

Para ganhar o aumento, mude a postura para o “modo compromisso e foco” e se dedique 100% a merecer valores mais altos. Um bom salário, definitivamente, não é para preguiçosos.  

#2 Capriche na justificativa

Você faz de tudo pela empresa e merece o aumento? Então capriche ao justificar essa realidade. Mostre tudo aquilo que você acredita ser o suficiente para ganhar um reconhecimento financeiro mais robusto e não dê margem para que seu chefe te contradiga.

Ele pode até falar que a empresa está ruim das pernas no momento, mas jamais que você está se superestimando. Por isso, ao invés de justificar com um “estive pensando isso para a empresa”, mude o verbo para “estive fazendo”. Um discurso cheio de atitudes vai fazer seu líder, pelo menos, repensar sua posição na empresa.

#3 Traga números

Pedir aumento é uma negociação – e, por isso, você não pode deixar de trazer suas cartas pra mesa. Depois de citar as razões pelas quais merece o aumento, diga ao superior de quanto nós estamos falando.

O valor pode vir em um número (quero 1500 reais, ao invés de 1000) ou em porcentagem (gostaria de receber 30% de aumento). Além disso, rola também pedir aumentos específicos, como na participação de lucros ou nas ações da empresa.

Hoje, outro tipo comum de moeda de troca são horários mais flexíveis ou home office. Assim como o salário em números, estipule exatamente seu desejo com a quantidade de horas de trabalho.

#4 Leia a situação da empresa

O chefe, líder ou gerente vai, provavelmente, tentar diminuir o valor que você pediu. Aí, a bola está contigo: se a empresa realmente está indo mal por conta da crise, ou por qualquer outra razão, diga que entenda, mas que quer um posicionamento quanto ao prazo para que o aumento realmente ocorra.

Agora, se você viu outras pessoas ganhando aumento sem merecer – o que mostra, claramente, que a situação não está tão complicada quanto pintam –, fica a seu critério aceitar os termos do chefe (e o prazo que ele vai te dar) ou buscar uma outra oportunidade, onde você seja mais valorizado.

Afinal, a gente até entende um cenário econômico adverso… mas falta de reconhecimento gratuita não merece o nosso tempo.

#5 Apresente soluções

“Eu queria muito te dar um aumento, mas estamos vendendo pouco”, pode dizer o chefe ao seu questionamento salarial. Aí é seu momento de brilhar: apresente soluções para vender mais, o quanto antes, baseado em dados que você tenha e dos quais a empresa pode fazer uso para se destacar.

Nesse caso, você está mostrando na prática porque merece tanto o aumento de salário, e ainda pode jogar isso a seu favor: com uma motivação extra, você vai conseguir se dedicar ainda mais à empresa para fazer suas soluções acontecerem.

Só vá para uma mesa de negociação de salário se conseguir se sair bem em pelo menos duas dessas cinco dicas, pois elas te dão maior possibilidade de conseguir o que você quer. Agora, se estiver confiante para mandar bem em todas, peça hoje um horário com seu chefe para apresentar seus dados.

Se você é tão bom que se organizou para pedir aumento e, ainda, dar mais lucro para a empresa, é bom que ele te escute. Afinal, se não quiser te conceder um salário maior, você sabe (e ele também) a realidade: há quem queira.

Comentários (0)

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *

×
Ei! Se precisar de algo, estamos aqui pra te ajudar! :)